Sustentabilidade: Startup coleta 1 tonelada de vidro e 350 quilos de papelão durante evento em SP

Ação devolveu resíduos à cadeia produtiva
Bruno Frade - bruno@souecologico.com
Sustentabilidade
Publicado em: 14/06/2019

Um encontro de três dias com muitas degustações, harmonizações, cursos e ações em prol da sustentabilidade. Foi assim o "Vinhos de Portugal", evento realizado pelos jornais O Globo, Valor e o português "Público" que, em parceria com a startup Green Mining, recolheu 1 tonelada de vidro e 350 quilos de papelão descartados, entre os dias 9 a 11 de junho na capital paulista.

De acordo com CEO da Green Mining Rodrigo Oliveira, "todas as garrafas de vidro e materiais em papelão recolhidos foram levados a uma central de coleta e devolvidos à cadeia produtiva". Ele reforça que a empresa está sempre buscando soluções eficientes para promover a diminuição do desperdício, a destinação correta dos resíduos e a utilização de materiais renováveis, resultando na preservação do meio ambiente.

Em São Paulo, o Vinhos de Portugal reuniu grandes especialistas, produtores e mais de 600 rótulos. Na programação foram discutidos temas sobre morar no país lusitano, sustentabilidade e participação das mulheres na produção de vinhos.

Foto: Domínio Público
Foto: Domínio Público

Green Mining

A startup foi fundada em 2018 com objetivo de criar soluções em reaproveitamento de embalagens. A empresa possui sistema inteligente de logística reversa que consegue identificar os locais de maior geração de resíduos pós consumo, além de capacitar e contratar catadores de rua para uma coleta sustentável, assim evitando a emissão de gás carbônico na atmosfera.

É uma das 21 empresas selecionadas em todo o mundo pela cervejaria Ambev, por meio do programa 100+ Accelerator, que visa impulsionar o progresso dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU) e os Objetivos de Sustentabilidade 2025 da multinacional.


Postar comentário