Santander traça meta de operar apenas com energia renovável no Brasil

Atualmente, instituição financeira tem 2.286 unidades de atendimento no país
Matheus Muratori - redacao@souecologico.com
Sustentabilidade
Publicado em: 13/06/2019

O Banco Santander traçou uma meta de atuar apenas com energia renovável no Brasil a partir de 2025. O plano foi anunciado na última quinta-feira (6), um dia depois do Dia Mundial do Meio Ambiente.

Agência do Santander no Brasil (Foto: Divulgação/Santander)
Unidade de atendimento do Banco Santander (Foto: Divulgação/Santander)

Primeiramente, o Santander planeja utilizar energia limpa em todas as 2.286 unidades de todo país a partir de 2022. Depois, a ideia é que os prédios administrativos e o centro de processamento de dados Data Center, em Campinas, interior paulista, também sejam abastecidos de maneira sustentável em 2025.

"Isso é parte de uma agenda de responsabilidade socioambiental ainda maior, que passa pela adoção de boas práticas em todas as nossas operações e relações com funcionários, clientes, fornecedores e a sociedade. Mais do que números, estamos comprometidos com princípios, que são inegociáveis, de atuar de forma sustentável", disse o presidente do Santander Brasil, Sérgio Rial, à EFE.

O plano do Santander é que, ainda em 2018, 30% das agências sejam abastecidas por energia limpa. Em 2020, a tendência é de que o número suba para 70%. Minas Gerais é o único estado brasileiro em que o índice já chega a 100%. Atualmente, 17% do consumo da empresa no país é suprido por fontes alternativas, como solar, eólica, pequenas hidrelétricas e biogás de aterros sanitários.

A empresa informou também que, desde 2015, realizou uma campanha que reduziu em 33% o volume de emissões de gases de efeito estufa. Isso porque a rede reduziu o consumo de energia elétrica (em 25%) e água (em 79%).


Postar comentário