Remédios naturais: 15 alimentos que ajudam a combater problemas de saúde

Bruno Frade - bruno@souecologico.com
Saúde
Publicado em: 08/05/2019

Em meio a rotina bastante corrida, ter uma alimentação bem diversificada e rica em frutas, verduras, plantas, cereais e saladas está se tornando algo raro nos dias de hoje e acaba resultando em problemas de saúde, como obesidade, diabetes, doença renal crônica e até mesmo psiquiátricas.

A prática de hábitos saudáveis no dia-a-dia é capaz de prevenir doenças e promover a saúde, fazendo dos alimentos o próprio remédio para o organismo. Pensando nisso, a nutricionista Ana Lucia Hoefel do Centro Universitário da Serra Gaúcha (FSG) listou 15 alimentos que possuem a propriedades fantásticas.

Connheça os remédios naturais

Maçã: a maçã é um alimento riquíssimo em nutrientes, possui polifenóis, flavonóis, procianidinas, antocianinas, chalconas e taninos. Tem ação diurética, atua protegendo o aparelho digestivo e regulando o intestino, é anti-inflamatória e antioxidante.

Romã: a romã está entre os frutos mais saudáveis, possui centenas de sementes comestíveis. Rica em fibras, vitaminas, minerais, anti-inflamatório e antioxidante que os especialistas afirmam que são únicos na romã.

Romã. Foto: Domínio Público
Romã. Foto: Domínio Público

Azeite de oliva: o azeite de oliva é outro alimento rico em gordura monoinsaturada, sendo também amigo do coração. Além disso, a versão extra virgem, prensado a frio, chega a ter mais de 800 substâncias com capacidade antioxidante. Pode auxiliar na prevenção de acidentes vasculares cerebrais.

Canela: uma das especiarias mais deliciosas e saudáveis do planeta. Estudos mostraram que ela é capaz de auxiliar no controle da glicemia. Além de possuir efeito termogênico podendo auxiliar no controle do peso corporal.

Cravo da Índia: tempero bastante utilizado na culinária, tem ação antimicrobiana e antifúngica. Pode ser usado para prevenção de cáries e também melhora o hálito.

Linhaça: a linhaça possui quantidade apreciáveis de ácido graxo poli-insaturado do tipo W3, chamada gordura "boa", que demonstraram ter efeitos saudáveis para o coração. Cada colher de sopa de semente moída contém cerca de 1,8 gramas de ômega-3.

Uva: é um alimento que deveria ser consumido diariamente. Tem muita vitamina C e potássio, sua casca possui ação antioxidante e anti-inflamatória. Além disso, protege contra certos tipos de câncer e doenças crônicas.

Couve: está entre os alimentos mais nutritivos da terra. Tem antioxidantes poderosos como a quercetina e Kempferol, fonte de vitamina C e potássio.

Gengibre: muito utilizado na atualidade, principalmente por sua ação termogênica. O gengibre auxilia na melhora de náuseas.

Gengibre em pós. Foto: Domínio Público
Gengibre em pó. Foto: Domínio Público

Açafrão da terra (cúrcuma longa): tem ação antidepressiva, estudos científicos revelam que o uso de suplementos de cúrcuma, promove melhora nos sintomas depressivos. Além disso, tem ação antioxidante, anti-inflamatória e imunoestimulatória.

Alho: consumir diariamente ajuda a baixar os níveis de colesterol devido às propriedades anti-oxidantes do fitoquímico alicina. Estudos mostraram que o alho é imensamente benéfico para regular a pressão arterial e os níveis de açúcar no sangue.

Nozes: são excepcionalmente nutritivas, possuem atividade antioxidante e ácidos graxos ômega-3. Esta riqueza de nutrientes contribui para os efeitos benéficos para a saúde, entre eles a redução da inflamação e a melhora dos fatores de risco para doenças cardíacas.

Manjericão: um tempero que não pode faltar à mesa, tem propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes. Como antioxidante ajuda a combater radicais livres, que são sustâncias que estão por trás do surgimento de diversas patologias.

Sálvia: tempero muito utilizado no Sul para temperar carnes brancas, por exemplo, o frango. Possui propriedades incríveis tais como reduzir flatulência gástrica e intestinal, efeito anti-inflamatório, antimicrobiano, anticarcinogênico. Estudos já mostraram que, em pacientes com depressão auxilia na melhora do humor e também auxilia a função cognitiva.

Orégano: tem efeito antifúngico, antioxidante, antimicrobiano e bactericida. No entanto, alguns cuidados devem ser tomados ao usá-lo em preparações. Ele deve ser sempre adicionado no final da preparação, não deve ser fervido e nem levado ao forno, pois, suas propriedades são perdidas.

Saiba mais:

Como melhorar a sua saúde? Confira os benefícios do selênio!

Frutas vermelhas: Tudo o que você precisa saber


Postar comentário


Comentários

  • Andréa Matheus

    Andréa Matheus 2 months ago

    Gostei da matéria...conhecer e escolher os melhores alimentos é fundamental para uma boa saúde.
    Abs