L'Oréal Brasil e ENGIE firmam parceria para uso exclusivo de energia renovável

Parceria evitará a emissão de 7.000 toneladas de gás carbônico na atmosfera
Bruno Frade - bruno@souecologico.com
Sustentabilidade
Publicado em: 19/06/2019

Alinhada aos seus compromissos de sustentabilidade, a L´Oréal Brasil e a ENGIE anunciam parceria para o uso energia renovável em todas as unidades da L´Oréal no país.

A energia é gerada no Conjunto Eólico da ENGIE, no município de Trairi (Ceará), e abastece as fábricas, Centros de Distribuição, o Centro de Pesquisa e a sede da L´Oréal Brasil, evitando a emissão de 7.000 toneladas de CO2 na atmosfera, o equivalente ao plantio de mais de 43.000 árvores.

"Uma das nossas prioridades em sustentabilidade é o tema de mudanças climáticas. A decisão de focar na contratação de energia 100% renovável produzida no parque eólico Trairi tem como objetivo a redução do impacto ambiental das nossas atividades", destacou a presidente da L´Oréal Brasil, An Verhulst-Santos.

Para o CEO da ENGIE Brasil, Maurício Bähr, “parcerias como essa que reconhecem e motivam investimentos e ações em prol dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável". Bähr afirmou ainda que a união está em linha com a estratégia global da ENGIE. "Estamos liderando a transição energética para uma economia de baixo carbono, atuando muito próximos das necessidades energéticas de nossos clientes e promovendo o desenvolvimento harmonioso”.

Essa iniciativa faz parte do compromisso global de sustentabilidade que empresa de cosméticos vem transformando a companhia para impactar positivamente no meio ambiente. O programa estabeleceu metas de desenvolvimento sustentável até 2020, da concepção dos produtos até o consumidor final, em especial na redução de CO2 em 60%.

Foto: ENGIE Brasil
Foto: ENGIE Brasil

Conjunto de Trairi

O Conjunto de Trairi, desenvolvido pela ENGIE, foi um projeto de energia eólica que contribui para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU) e também dos ODS nas áreas de saúde e educação para populações vulneráveis no município.


Postar comentário