Ecofuturo amplia programa de Educação Ambiental

Desde 2010, a iniciativa já atendeu 5 mil crianças e cerca de 200 educadores de 63 escolas municipais
Educação Ambiental
Publicado em: 05/04/2019

O Ecofuturo, em parceria com as Prefeituras de Bertioga, Mogi das Cruzes e Suzano, e com o investimento da empresa Suzano, amplia novamente o programa “Meu Ambiente”, que tem como proposta apresentar a natureza como espaço educador, promover o contato com áreas naturais e estimular que a educação ambiental seja trabalhada de forma interdisciplinar em sala de aula. A iniciativa, oferecida gratuitamente pelo Instituto, contempla encontros com educadores, desenvolvimento de projetos nas escolas e vivências no Parque das Neblinas.

O programa contará, neste ano, com mais 200 crianças de escolas municipais de Suzano, somando 400 alunos participantes da cidade. Além de Suzano, atualmente já são atendidos, por ano, 400 estudantes da rede municipal de Mogi das Cruzes, município que participa da iniciativa desde a sua primeira edição, em 2010, e outros 400 de Bertioga, cidade que ingressou no programa em 2018. Ao total, serão envolvidos 1.200 estudantes e aproximadamente 45 educadores em 2019.

“O ‘Meu Ambiente’ é uma oportunidade de ampliar o olhar sobre o potencial educador e transformador da natureza. A experiência de aproximação com os ambientes naturais vivida na reserva e as reflexões coletivas proporcionadas pelo programa permitem que os educadores inovem suas práticas em diferentes contextos e levem isso para o ambiente escolar”, afirma Michele Martins, responsável pelos Programas de Visitação e Educação Ambiental do Ecofuturo.

Na fase inicial do programa, os educadores são convidados a trocar experiências, refletir e discutir sobre atividades interdisciplinares que envolvam a natureza e que possam ser desenvolvidas durante todo o ano letivo, ampliando a vivência em espaços naturais. As formações dos professores tiveram início em março e vão até maio. Já as visitas com as crianças no Parque das Neblinas começam este mês e acontecem até novembro.

A partir de setembro, serão realizados em cada um dos municípios os encontros de fechamento do programa, divididos em dois momentos: no primeiro, os professores participarão de um minicongresso, em suas próprias cidades, compartilhando com o público convidado as experiências realizadas e conhecimentos adquiridos no processo. O segundo encontro ocorrerá no Parque das Neblinas, onde os educadores poderão avaliar a iniciativa e fazer sugestões para as próximas edições.

Semeando o contato com a natureza

A sensibilização que acontece na reserva transforma o olhar dos estudantes em relação à conservação da natureza e os acompanha para além do programa. A professora Michelle Nunes participou da edição de 2018 com os alunos da Escola Municipal Engenheiro Isaías Martinelli Gama, de Suzano, e notou mudanças positivas: "O programa oferece uma experiência única às crianças. Tivemos a oportunidade de refletir sobre o meio ambiente e o cuidado que devemos ter com todas as formas de vida. Na prática, as crianças passaram a ter pequenas atitudes de conservação e contemplação da natureza, como economizar água e escutar mais atentamente o canto dos pássaros".

Jairo de França, professor da Escola Municipal Sérgio Simão, também em Suzano, conta que a participação no programa estimulou a reaproximação com a natureza e conscientização dos estudantes sobre a sua importância. "A visita realizada no ano passado proporcionou uma vivência diferente aos alunos: eles puderam sentir a água e a terra com os pés, como as crianças faziam antigamente. Essa conexão com a natureza intensificou projetos que trabalhamos em sala de aula, como o de reciclagem de papel”, explica.

Outras reflexões e inspirações sobre a relevância do contato com ambientes naturais podem ser conferidas no livro “Educando na Natureza”, disponível para download gratuito no site do Ecofuturo. Além de textos leves, sugestões de atividades e citações de educadores e ambientalistas, a publicação conta com artes produzidas por estudantes que já participaram do programa “Meu Ambiente”.


Postar comentário