Custo das fontes de energias renováveis continua caindo

Custo ponderado leva em conta o investimento para construir a planta e os custos operacionais ao longo da sua vida útil
Da Redação / Ecológico - redacao@souecologico.com
Sustentabilidade
Publicado em: 31/05/2019

A Agência Internacional para as Energias Renováveis (IRENA) divulgou, na última quarta-feira (29), a edição 2019 de seu relatório sobre os custos das fontes limpas no mundo.

Divulgação/IRENA
Divulgação/IRENA

O custo ponderado da eletricidade das fotovoltaicas e das eólicas em terra caiu 13% no ano passado. Já as das offshore só caiu 1%. A maior queda, 26%, foi da eletricidade gerada nas centrais termosolares concentradas. Segundo a IRENA, a tendência é que estes custos continuem a cair neste ano.

O custo ponderado leva em conta o investimento para construir a planta e os custos operacionais ao longo da sua vida útil. Nas fontes acima mencionadas, o peso maior é o custo de investimento. Numa térmica a gás, por exemplo, o peso maior é a compra do gás.

Fonte: ClimaInfo


Postar comentário