Aumento de temperatura na Rússia preocupa autoridades

Foi registrado 30ºC em uma área rural próxima à Arkhangelsk no último sábado (11)
Matheus Muratori - redacao@souecologico.com
Clima
Publicado em: 16/05/2019

Conhecido por ser um dos países com os pontos mais frios do mundo, a Rússia passa por um momento de preocupação das autoridades. No último sábado (11), uma zona rural próxima à cidade de Arkhangelsk chegou registrou incríveis 30ºC.

Arkhangelsk registra  (Foto: Pixabay)
Arkhangelsk é uma cidade localizada no Norte da Rússia (Foto: Pixabay)

Não é incomum a Rússia sofrer com o calor em algumas cidades. A questão é que, nesta época do ano, o município próximo ao Círculo Polar Ártico tem uma temperatura máxima que gira em torno de 12ºC. No mesmo sábado, o centro de Arkhangelsk registrou 28º C. Toda a região europeia da Rússia sofreu com essa onda de calor.

Esse aumento brutal de temperatura não é considerado normal. Nesse dia, a concentração de dióxido de carbono na atmosfera passou dos 415 ppm pela primeira vez desde que os primeiros humanóides apareceram no planeta Terra.

Videntes?

Com a situação envolvendo a grande concentração de dióxido de carbono, o site estadunidense ThinkProgress publicou, nessa quarta-feira (15), um artigo lembrando de uma projeção que apareceu em um documento interno da empresa de petróleo Exxon, em 1982. O gráfico, que projeta ao longo do tempo o crescimento da concentração de dióxido de carbono e o aumento da temperatura média do planeta, mostrou corretamente que, por volta de 2020, a concentração de dióxido de carbono estaria entre 400 e 420 ppm.


Postar comentário