A ecologia espiritualista de Zíbia Gasparetto

Expoente da literatura espírita morreu ontem, aos 92 anos. Escreveu 68 livros e deixou um legado de amor e fraternidade por meio de suas mensagens

Luciano Lopes
Memória Iluminada
Publicado em: 11/10/2018

Foram 92 anos de uma missão que contribuiu para muitos brasileiros evoluírem espiritualmente. Cinquenta e oito livros publicados, que venderam 18 milhões de cópias. Mensagens de amor, reconforto e fraternidade espalhadas e replicadas país afora.

Ontem, a escritora espiritualista Zíbia Gasparetto mudou de dimensão. Embarcou para o plano espiritual após 68 anos de dedicação ao espiritismo, do qual também foi notória médium psicógrafa.

Casada com Aldo Luiz e mãe de Luiz Antônio Gasparetto (falecido em maio deste ano), lançou seu primeiro livro em 1958: “O Amor Venceu”, ditado pelo espírito Lucius, que se tornou um clássico da literatura espírita. Natural de Campinas (SP) também escreveu crônicas e romances, tendo as obras traduzidas para o inglês, espanhol e japonês.

Para homenagear a passagem de Zíbia por este mundo, a Ecológico selecionou algumas de suas frases marcantes:

“Ajudar os outros é bom, mas faça quando sentir no coração, e não por obrigação.”

“Observe as qualidades de todos, especialmente daqueles que costuma criticar.”

“Apesar das aparências, tudo é para melhor e Deus está no leme. Envolvidos pelas emoções, temos dificuldades para entender isso. Confiar e esperar será sempre uma atitude sábia.”

“A cada novo minuto você tem a liberdade e a responsabilidade de escolher para onde quer seguir. Mas é bom lembrar que tudo na vida tem seu preço.”

“Jogue fora o orgulho, que só tem atrapalhado; a inveja, porque você é capaz de fazer igual ou melhor. O ciúme, porque você é tão bom que, se alguém não acreditar nisso, é porque não merece sua amizade. E cultive a alegria.”

“Ninguém está sozinho. A assistência espiritual existe e tem prestado incontáveis serviços às pessoas, numa demonstração de que a vida é amor e bondade, mas jamais se prestará a fazer por elas a parte que lhes cabe.”

“As dores do crescimento são inevitáveis. Entretanto, elas são insignificantes diante do volume de sofrimentos que o homem cria por ignorar como a vida funciona.”

“Não há caminho errado. O aprendizado e a experiência estão em todos os caminhos.”

“Ao enxergar a luz ninguém mais quer ficar no escuro.”

“Você está onde se põe. É a lei da vida. Se você se colocar em um lugar melhor, sua vida mudará e coisas boas começarão a acontecer. A escolha está em suas mãos.”

Saiba mais:

www.gasparetto.com.br