11 milhões de pessoas empregadas em energia renovável em todo mundo em 2018

Mais países aproveitaram os ganhos socioeconômicos da transição energética
Da Redação / Ecológico - redacao@souecologico.com
Sustentabilidade
Publicado em: 14/06/2019

Onze milhões de pessoas estavam empregadas em energia renovável em todo o mundo em 2018, de acordo com a última análise da Agência Internacional de Energia Renovável (IRENA). Em 2017, eram 10,3 milhões. De acordo com a mais recente edição da Pesquisa Anual sobre Energia Renovável e Empregos, à medida que mais e mais países fabricam, comercializam e instalam tecnologias de energia renovável, os empregos renováveis ​​alcançaram seu mais alto nível, apesar do crescimento mais lento nos principais mercados de energia renovável, incluindo a China.

Domínio público
Domínio público

A diversificação da cadeia de fornecimento de energia renovável está mudando a pegada geográfica do setor. Até agora, as indústrias de energia renovável permaneceram relativamente concentradas em um punhado de grandes mercados, como China, Estados Unidos e União Europeia. No entanto, cada vez mais os países da Ásia Oriental e do Sudeste surgem ao lado da China como principais exportadores de painéis solares fotovoltaicos (PV). Nações como Malásia, Tailândia e Vietnã foram responsáveis ​​por uma parcela maior do crescimento em empregos renováveis ​​no ano passado, o que permitiu à Ásia manter uma participação de 60% dos empregos em energia renovável em todo o mundo.

"Além das metas climáticas, os governos estão priorizando as energias renováveis ​​como um motor do crescimento econômico de baixo carbono, reconhecendo as inúmeras oportunidades de emprego criadas pela transição para as energias renováveis", disse Francesco La Camera, diretor-geral da IRENA. "As energias renováveis ​​atendem a todos os principais pilares do desenvolvimento sustentável - ambiental, econômico e social. À medida que a transformação global da energia ganha força, essa dimensão do emprego reforça o aspecto social do desenvolvimento sustentável e fornece mais uma razão para os países se comprometerem com as energias renováveis ​​".

Energia solar fotovoltaica (PV) e eólica permanecem como os mais dinâmicos de todos os setores de energia renovável. Contabilizando um terço do fluxo total de trabalho com energia renovável, a energia solar fotovoltaica mantém o primeiro lugar em 2018, à frente dos biocombustíveis líquidos, energia hidrelétrica e energia eólica. Geograficamente, a Ásia concentra mais de três milhões de empregos fotovoltaicos, quase nove décimos do total global.

A maior parte da atividade da indústria eólica ainda ocorre em terra e é responsável pela maior parte dos 1,2 milhão de empregos do setor. Só a China é responsável por 44% do emprego global eólico, seguida pela Alemanha e pelos Estados Unidos. A energia eólica marítima poderia ser uma opção especialmente atraente para alavancar a capacidade doméstica e explorar as sinergias com a indústria de petróleo e gás.

Fonte: AVIV Comunicação


Postar comentário