Econectado



Bruno Frade - bruno@souecologico.com
Econectado
Edição 114 - Publicado em: 19/12/2018

Ecolinks

Forest Files

O aplicativo desenvolvido pelo engenheiro ambiental Lucas Correa permite que os profissionais da área coletem informações sobre florestas nativas e plantadas de forma mais rápida. Com interface simples e de fácil navegação, o app reúne um banco de dados com mais de 600 vegetais catalogados. Sempre que uma nova espécie é identificada, ela logo é inserida na ferramenta. Possibilita, ainda, que os usuários eliminem o uso de fichas de campo para coleta de dados. E mais: com apenas um toque, todos os dados são exportados e podem ser visualizados no computador, usando o Microsoft Excel. Disponível para smartphones e tablets na plataforma Android (goo.gl/cPGujA).

Candowell

Essa rede social desenvolvida no Brasil permite, além de postagem de fotos e vídeos, fazer comentários por meio da voz. Um dos diferenciais da iniciativa é o fato de destinar 30% da receita de publicidade a causas socioambientais, por meio do Instituto Candowell, que apoiará projetos independentes, ONGs e fundações de todo o planeta nas áreas de saúde, educação e meio ambiente.

O instituto será o responsável pela definição de grupos (formados por acadêmicos, sociólogos e lideranças ambientalistas) que selecionarão os projetos concorrentes à votação. Esses grupos serão sempre renovados para evitar qualquer tipo de direcionamento de interesse nos processos de análise e seleção. O usuário da rede social poderá decidir sobre a destinação das doações, por meio da votação em ONGs e projetos. O resultado poderá ser acompanhado em tempo real pelo site http://www.candowell.com, que também fornecerá informações sobre valores arrecadados e revertidos aos projetos.

O aplicativo pode ser baixado na App Store (goo.gl/WHm62K) ou Google Play (goo.gl/XbjJHF). Depois é só preencher o cadastro e criar um perfil!

Na Rede

#SouEcológico

Confira as matérias mais acessadas em nosso portal:

Maior reserva privada de Mata Atlântica do Brasil, o Legado das Águas, da Votorantim, ganha destaque como polo de ecoturismo e de desenvolvimento sustentável em São Paulo

Link: goo.gl/cYatCS

Cinco mitos e verdades sobre alimentação e câncer

Veja as orientações para evitar riscos à saúde

Link: goo.gl/qwmhjP

Sisema MG lança site com dados sobre meio ambiente

Portal da Transparência Ambiental disponibiliza dados e informações públicas e permite maior controle e divulgação das ações por cidadãos, pesquisadores e mídia

Link: goo.gl/JjmAJA

Ovo é alimento barato e nutritivo

Queda de preço incentiva consumo, mas exageros devem ser evitados

Link: goo.gl/7id5gP

Mais lida

A matéria mais lida da edição de novembro foi “Quem vai pagar o pato da Lagoa Seca?”. A reportagem analisou o futuro – ainda ameaçado – da área da ex-Mineração Lagoa Seca, aos pés da Serra do Curral, em Belo Horizonte. Tentativa dos empreendedores de descumprir condicionantes ambientais, que determinam destinação da área como espaço público coletivo, mantém a comunidade vizinha e ambientalistas em alerta. Para ler o conteúdo na íntegra, acesse: goo.gl/5TPEct


Postar comentário