Flávio Roscoe valida o minas sustentável

Novo presidente da Fiemg garante continuidade do programa que promove a sustentabilidade no meio empresarial há oito anos

Indústria
Ediçao 109 - Publicado em: 11/06/2018

“O desenvolvimento sustentável será a marca da Fiemg e da nossa atuação à frente dos 139 sindicatos de indústrias que integramos. A conscientização ambiental por parte dos empresários evoluiu muito. Mas, precisamos avançar ainda mais”. Foi o que declarou o novo presidente Flávio Roscoe, na abertura da Semana de Produção e Consumo Sustentáveis 2018, na sede da instituição, durante as comemorações da Semana Mundial do Meio Ambiente, na capital mineira.

Em clima de afeto e descontração, Roscoe foi além, protagonizando algo incomum nas mudanças de comando, seja na área empresarial, seja na política. Não só reconheceu e manteve o trabalho continuado da equipe da Gerência de Meio Ambiente, do qual afirmou ser testemunha. Como também elogiou a condução “eficiente e exemplar” de Wagner Soares Costa, à frente do programa Minas Sustentável desde 2010.

O convidado de honra da solenidade foi o secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Germano Vieira, que também brincou com Roscoe sobre quem teria mais cabelos brancos ou os perderia de vez, diante dos desafios em comum, desde o “destravamento” do licenciamento ambiental à crise hídrica que se agrava.

“Este 2018 será o ano hídrico da Semad”, disse Germano, lembrando que nem tudo está perdido. Pelo contrário, apontou, tal como defende a bandeira do Greenpeace, “onde tem água, tem verde. E vice-versa”.

Segundo ele, Minas registra hoje, conforme dados da Fundação SOS Mata Atlântica, o menor índice de devastação deste bioma em 32 anos de pesquisas e vigilância por parte dos ambientalistas, dos órgãos oficiais e da sociedade organizada: “Conseguimos reduzir em 58% as áreas desmatadas em 2016 e 2017, na comparação com o período 2015-16”, frisou o secretário.

A cerimônia terminou com a fala também esperançosa do novo presidente do Conselho de Empresários para o Meio Ambiente da Fiemg, Mário Campos, à frente do Sindicato da Indústria de Fabricação do Álcool do Estado de Minas Gerais (Siamig).

Campos também reconheceu e demonstrou, em números, os avanços registrados pelo Minas Sustentável. Entre as conquistas, destacou a redução de 30% da água hoje consumida e recirculada internamente pela indústria. E o reconhecimento obtido pelo programa, vencedor do “Prêmio Hugo Werneck de Sustentabilidade & Amor à Natureza 2014”, promovido pela Revista Ecológico, na Categoria Melhor Empresa.

Saiba mais

www.fiemg.com.br


Postar comentário