Sou Ecológico

As ações sustentáveis que a Itaipu Binacional vem desenvolvendo ha vários anos foram destaque na 23ª Conferência Mundial do Clima (COP-23) em Bonn, Alemanha
Redação - redacao@revistaecologico.com.br
Sou Ecológico
Edição 102 - Publicado em: 04/12/2017

Verdemar sustentável

A rede de supermercados mineira Verdemar inaugurou este mês uma nova unidade em BH. Desta vez, no shopping Pátio Savassi, localizado na região centro-sul da capital mineira. Com uma área de venda de 1.391 m² e 15 checkouts, a loja tem elevador de acesso ao novo estacionamento do shopping, conforto e acessibilidade. Assim como nas últimas lojas inauguradas, todo o projeto primou pela abordagem sustentável, como o sistema de refrigeração e troca de calor, a utilização de lâmpadas de LED em toda a área de vendas e de produção, coleta seletiva, sacolas retornáveis Ronaldo Fraga e caixas ecológicas. Atualmente, a rede conta com unidades nos bairros São Pedro, Sion, Buritis, Estoril, Lourdes, Savassi, Jardim Canadá (Nova Lima), Pampulha e Serra.

ONU elogia Itaipu

As ações sustentáveis que a Itaipu Binacional vem desenvolvendo há vários anos foram destaque na 23ª Conferência Mundial do Clima (COP-23) em Bonn, Alemanha. A empresa, parceira da Secretaria das Nações Unidas para Mudanças Climáticas (United Nations Climate Change - UNFCCC, em inglês) na conferência, é a única empresa latino-americana nessa condição. “Esperamos aprender o que Itaipu está fazendo e o que planeja fazer no futuro, na medida em que o mundo progride na implementação do Acordo de Paris”, afirmou Nick Nuttall, porta-voz da UNFCCC.

Uma das primeiras ações que a Binacional empreendeu para garantir a qualidade e a quantidade de água em seu reservatório, durante sua construção, foi a formação de uma vasta área de preservação ambiental no entorno, onde já plantou mais de 44 milhões de árvores. Somando as áreas protegidas, reserva e refúgios no Brasil e no Paraguai e faixa de proteção (que tem uma largura média de 200 metros), Itaipu preserva mais de 100 mil hectares de florestas, que respondem pelo sequestro de aproximadamente cinco milhões de toneladas de dióxido de carbono equivalente.

O Etanol em outdoors

O setor sucroenergético de Minas continua se mobilizando para promover o etanol e destacar suas externalidades positivas tanto econômicas quanto ambientais e sociais, por meio da instalação de outdoors em locais de grande circulação nas cidades onde atua. O momento é propício. Há três meses este combustível limpo e renovável está mais econômico para o bolso do consumidor, com uma relação de preço frente à gasolina em torno de 67%.

Segundo Mário Campos, presidente da Associação das Indústrias Sucroenergéticas de Minas Gerais (Siamig), essas peças gráficas chamam a atenção para a importância de a população abastecer com etanol. E, desta forma, contribuir para a geração de empregos e renda do município e região: “Além de ajudar na redução da poluição local, do planeta, e na prevenção à saúde humana”.

Enterrar ou cremar!

A questão da polêmica construção do mais limpo e sustentável crematório da América Latina no Vale do Sol, em Nova Lima (MG), está perto de ser solucionada pelo prefeito Vitor Penido (foto). Político hábil e sensível à causa ambiental, ele tem ouvido várias outras pessoas, além dos moradores locais contrários ao empreendimento, que já se encontra 85% edificado e com todas as licenças exigidas. Sua carta na manga será atender, salomonicamente, tanto esses moradores quanto o interesse do município de contar com uma alternativa pós-morte de Primeiro Mundo, em vez dos antiecológicos e poluentes cemitérios tradicionais já superlotados na região.

Bio Extratus premiada

A Bio Extratus Cosméticos Naturais recebeu, em São Paulo (SP) o "Prêmio ABIHPEC Beleza Brasil" 2017, na categoria "Sustentabilidade", com o seu projeto "Sol Nascente" - maior sistema privado do Brasil em geração de energia solar fotovoltaica (com mais de 2.000 módulos instalados sobre a cobertura da fábrica), conectada à rede da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig).

André Alves (foto à dir.), coordenador do Sistema de Gestão Ambiental da Bio Extratus, recebeu a premiação em nome de toda a empresa. “Para nós, certamente, este reconhecimento é muito importante. Agradeço toda a equipe Bio Extratus que acredita e investe não somente em qualidade de seus produtos, mas na preocupação ambiental e no futuro do planeta”, afirma.

O projeto "Sol Nascente" também levou a Bio Extratus a vencer o "VII Prêmio Hugo Werneck", em 2016, na categoria "Melhor Empresa".


Postar comentário