Encontro verde com o Governador



Maria Dalce Ricas *
Estado de Alerta
Edição 116 - Publicado em: 09/04/2019

Participei de uma reunião recentemente, solicitada desde novembro de 2018, com o governador de Minas Gerais, Romeu Zema. Eu e mais cinco representantes de ONGs ambientalistas do Estado e Germano Vieira, secretário estadual de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. O governador apareceu na sala vestindo roupa comum. Nada de terno.

Ele me pareceu um pouco surpreso ao ouvir que as ONGs presentes não são contra, por princípio, as atividades econômicas. Citamos inclusive a mineração de ferro. Nossa luta é para que sejam implantadas e desenvolvidas com responsabilidade socioambiental. A surpresa, se verdadeira essa minha impressão, talvez se explique pela perversa e arcaica rotulação de que ambientalistas querem paralisar a economia do país e são contra “tudo e todos”. Foi bom mostrar que as ONGs presentes não comungam com isso.

A reunião foi política. Mostramos ao governador que, mesmo de forma frágil, a sociedade está organizada em defesa do meio ambiente. Entregamos-lhe um documento apontando problemas, desafios e propostas. Destinar os R$ 100 milhões que a Vale pagou de multa ambiental ao programa de conversão de multas criado pela Semad, que prevê a aplicação dos recursos gerados por elas em projetos de recuperação de ambientes naturais. De forma gentil e educada, ele lembrou a situação financeira do Estado e não prometeu nada. Mas a solicitação foi formalizada e obviamente vamos lutar por ela.

FOTO: DIVULGAÇÃO SEMAD
FOTO: DIVULGAÇÃO SEMAD

Ele ressaltou o interesse de seu governo em estimular uso de energia solar no Estado e de fazer com que as Unidades de Conservação gerem renda própria com ecoturismo, por meio de parceria em sua gestão com instituições privadas. Todas as entidades presentes concordam a princípio com isso, desde que as regras sejam claras e a parceria seja benéfica à proteção e conservação delas.

A reunião prevista para 40 minutos pelo cerimonial durou bem mais, mostrando que foi bem aceita pelo governador. Ele afirmou seu interesse pela questão ambiental e aceitou proposta de reunião bianual com entidades ambientalistas.

(*) Superintendente-executiva da Associação Mineira de Defesa do Ambiente.


Postar comentário