> Notícias

Canudos descartáveis e as soluções possíveis


font_add font_delete printer
Canudo comestível. Foto: Divulgação/ Lolistraw

Canudo comestível. Foto: Divulgação/ Lolistraw

Empresários se juntam à luta contra os plásticos descartáveis e lançam modelos de canudo biodegradável, compostável e até comestível

16/04/2018

 

Os canudos de plástico se tornaram um grande problema ecológico. Eles já representam 4% de todo o lixo plástico produzido no mundo e, como são feitos dos plásticos polipropileno e poliestireno, não são biodegradáveis e sua reciclagem é difícil. Eles podem levar até mil anos para se decompor no meio ambiente.

Mas será que são mesmo necessários? O mercado tem se ajustado à luta contra os descartáveis e começam a surgir alternativas. O canudo de papel é cada vez mais comum e já existem também modelos biodegradáveis e até comestíveis.

O canudo de plástico é um item a ser evitado. Mesmo quando descartado corretamente, pode escapar para a natureza e ser carregado pela chuva para mares e rios, impactando toda a fauna aquática. Estima-se que 90% das espécies marinhas tenham ingerido produtos de plástico em algum momento.

Além disso, nas praias e mares, os canudos são também fonte de formação de microplástico, o pior formato possível para o plástico e que já está presente nos alimentos, no sal, na água potável e até em garrafas de água mineral.

Preocupados com o meio ambiente e com os impactos do lixo plástico, alguns empresários já lançaram alternativas.  Conheça algumas disponíveis ou em fase de implementação:

1) Sorbos

O modelo espanhol é um canudo comestível que já está em comercialização. O produto é 100% biodegradável e fabricado nos sabores morango, laranja, limão, canela, gengibre e maçã-verde. Não altera o sabor da bebida e não tem adição de açúcares. Os canudinhos podem ser personalizados através do site da empresa, que entrega sem custos na Espanha e em Portugal.

2) Hay Straws

Nos Estados Unidos, também já é possível comprar canudos feitos a partir de talos de trigo. A matéria-prima é um subproduto natural da plantação comercial de trigo, de modo que o canudo não é um competidor de recursos com a indústria alimentícia. O material é biodegradável e compostável.

3) Wisefood

O engenheiro de alimentos Konstantin Neumann e seus colegas Universidade de Hohenheim, na Alemanha, criaram canudinhos comestíveis feitos a partir dos resíduos da produção alemã de sucos de maçã. O canudo tem sabor morango e um sabor limão está em desenvolvimento. O primeiro já é vendido para restaurantes, hotéis e supermercados.

4) Lolistraw

Outro produto em fase de desenvolvimento é o Lolistraw, que criou uma campanha de crowdfunding para sua viabilização. Idealizado por duas designers industriais que já trabalham com copos comestíveis, está em fase de testes e deve começar a ser enviado para os apoiadores da campanha no meio do ano. Será comestível, compostável e 100% biodegradável.

Fonte: Ecycle


Compartilhe




Outras Notícias