> Notícias

Mais de 10 mil quaresmeiras colorem BH


font_add font_delete printer
As quaresmeiras florescem entre dezembro e março. As chuvas das últimas semanas fizeram com que elas florissem mais cedo e de forma mais intensa. Foto:Rodrigo Clemente/PBH

As quaresmeiras florescem entre dezembro e março. As chuvas das últimas semanas fizeram com que elas florissem mais cedo e de forma mais intensa. Foto:Rodrigo Clemente/PBH

Região Oeste é a mais privilegiada da capital

1/03/2018


 

Nativa da mata atlântica, a Tibouchina granulosa, mais conhecida como quaresmeira tem sua floração típica no mês de março. No entanto, já é possível ver o roxo de suas flores espalhado por toda a cidade.

Para a jornalista Graziela Giannini, a variedade de espécies de árvores da capital faz com que a cada época do ano as pessoas se encantem com diferentes flores. “Em setembro tivemos os Ipês, agora as quaresmeiras; elas lembram minha infância no interior. Vou reparar mais quando estiver passando pelas ruas”, disse.

De acordo com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), o inventário feito nas regiões Leste, Noroeste, Oeste, Centro-Sul e parte da Pampulha já cadastrou 300 mil árvores em Belo Horizonte. Destas, mais de 10 mil são quaresmeiras, árvore-símbolo da capital. A região Oeste é a mais privilegiada, seguida da Centro-sul, Leste e Noroeste.

“As quaresmeiras florescem entre dezembro e março. As chuvas das últimas semanas fizeram com que elas florissem mais cedo e de forma mais intensa. Mas até o fim de março, a população ainda vai ter as flores roxas espalhadas pela capital”, disse o arquiteto e urbanista da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Júlio De Marco.

Turista de Goiânia, Alice Pavão disse estar encantada. “Não é a primeira vez que venho a Belo Horizonte. Adoro essa cidade e essas flores.”

 

Fonte: PBH


Compartilhe




Outras Notícias