> Notícias

TAMAR Ubatuba instala coletores de resíduos de pesca amadora


font_add font_delete printer
São estruturas simples, mas que trazem facilidade para os pescadores no descarte de linhas de nylon e anzóis. Descartados no mar ou na praia, esses resíduos representam séria ameaça para as tartarugas-verdes (Chelonia mydas) que frequentam áreas costeiras e píeres em busca de alimento. Foto: Divulgação/TAMAR

São estruturas simples, mas que trazem facilidade para os pescadores no descarte de linhas de nylon e anzóis. Descartados no mar ou na praia, esses resíduos representam séria ameaça para as tartarugas-verdes (Chelonia mydas) que frequentam áreas costeiras e píeres em busca de alimento. Foto: Divulgação/TAMAR

Equipamentos estão disponíveis na região central do município, Itaguá e Centro
 

O TAMAR Ubatuba-SP instalou cinco coletores para resíduos de pesca em alguns dos locais mais frequentados por pescadores amadores na região central do município. Além do Farol da Barra do Rio Grande, no Centro, há coletores no cais do porto e no pier do Iate Clube, ambos na praia do Itaguá.

São estruturas simples, mas que trazem facilidade para os pescadores no descarte de linhas de nylon e anzóis. Descartados no mar ou na praia, esses resíduos representam séria ameaça para as tartarugas-verdes (Chelonia mydas) que frequentam áreas costeiras e píeres em busca de alimento.

Quando enroscadas em pedaços de linha presos no fundo do mar, as tartarugas podem se afogar. É o que se denomina pesca fantasma, quando um pedaço de petrecho de pesca perdido ou abandonado segue pescando peixes e outros animais marinhos.

As tartarugas costumam enroscar-se nas linhas de nylon pelas nadadeiras anteriores, o que impede a circulação sanguínea nesses membros e culmina na perda da nadadeira (amputação).

“Uma tartaruga-verde juvenil, há 11 anos, passou por reabilitação ao perder a nadadeira anterior direita. Após tratamento, foi liberada e recentemente reencontrada, dessa vez com a nadadeira esquerda perdida pelo mesmo motivo: linha de pesca, comprometendo sua sobrevivência”, revela a coordenadora do TAMAR Ubatuba, Berenice Gomes.

Outro problema grave é a ingestão dos fragmentos de nylon, e de diversos resíduos de plástico que provocam lesões e obstruções do trato digestivo dos animais, geralmente levando-os à morte.

As atividades humanas provocam impactos em todos os estágios do ciclo de vida das tartarugas marinhas, desde a perda de áreas de desova e dos habitats até a mortalidade na costa, por redes, e em alto-mar, pela atividade industrial.

Redes de pesca, anzóis, degradação de áreas de desova, fotopoluição e a poluição nas praias e oceanos, além das mudanças climáticas, são os principais inimigos das tartarugas e podem interromper a chance de recuperação das cinco espécies que ocorrem em nosso país.

Portanto, neste carnaval, não deixe lixo e resíduos nas praias.
 

TAMAR

O Projeto TAMAR começou a proteger as tartarugas marinhas no Brasil em 1980. Trabalha na pesquisa, proteção e manejo das cinco espécies de tartarugas marinhas que ocorrem no Brasil, todas ameaçadas de extinção: tartaruga-cabeçuda (Caretta caretta), tartaruga-de-pente (Eretmochelys imbricata), tartaruga-verde (Chelonia mydas), tartaruga-oliva (Lepidochelys olivacea) e tartaruga-de-couro (Dermochelys coriacea). Protege cerca de 1.100 quilômetros de praias e está presente em 25 localidades, em áreas de alimentação, desova, crescimento e descanso das tartarugas marinhas, no litoral e ilhas oceânicas dos estados da Bahia, Sergipe, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Ceará, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo e Santa Catarina. Em Ubatuba, recebe o apoio da Prefeitura Municipal. Visite www.tamar.org.br

Projeto TAMAR-UBATUBA

Endereço: Rua Antonio Athanásio, 273 – Itaguá, Ubatuba/SP

Tel.: (12) 3832-6202 / 3832-7014 / E-mail: tamaruba@tamar.org.br 

Horário de Funcionamento do Centro de Visitantes

- Durante férias escolares (de dezembro até o Carnaval e em julho): todos os dias das 10h às 20h;

- Durante o período letivo: Domingo, 2ª, 3ª e 5ª feiras das 10h às 18h;

- Feriados, 6ª feira e sábado, das 10h às 20h;

- 4ª feira fechado para manutenção durante período letivo.
 

Fonte: TAMAR


Compartilhe




Outras Notícias