> Notícias

Represa de Vargem das Flores será interditada no Carnaval


font_add font_delete printer
A represa Vargem das Flores é um dos cinco mananciais que compõe o sistema integrado de abastecimento metropolitano. Foto: Arquivo/Copasa

A represa Vargem das Flores é um dos cinco mananciais que compõe o sistema integrado de abastecimento metropolitano. Foto: Arquivo/Copasa

Objetivo é preservar a lagoa e evitar danos ambientais prejudiquem o abastecimento público da Região Metropolitana de Belo Horizonte


09/02/2018

A Copasa, em parceria com as prefeituras de Betim e Contagem, as Promotorias de Justiça de Betim e Contagem, Corpo de Bombeiros do Estado de Minas Gerais, Polícia Militar Estadual do Meio Ambiente, conselho da Área de Proteção Ambiental Vargem das Flores (APA) e Instituto Estadual de Florestas (IEF), decidiu pela interdição da orla da represa Vargem das Flores, durante o Carnaval, entre os dias 10 e 14 de fevereiro.

A medida proíbe a prática de esportes náuticos e a realização de eventos festivos na orla da represa. O objetivo é preservar a lagoa e evitar danos ambientais que prejudiquem o abastecimento público da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). Para isso, durante os dias de Carnaval todos os acessos à represa serão fiscalizados e patrulhados.

A Vargem das Flores, situada entre os municípios de Betim e Contagem, é um dos cinco mananciais que compõe o sistema integrado de abastecimento metropolitano. Com 550 hectares de extensão e uma produção de 1.400 litros por segundo, a represa é responsável pelo fornecimento de água para abastecer parte das cidades de Belo Horizonte, Betim, Contagem, Esmeraldas, Ibirité, Lagoa Santa, Mocambeiro/Matozinhos, Pedro Leopoldo, Ribeirão das Neves, Santa Luzia, São José da Lapa e Vespasiano.

Vargem das Flores tem sido poupada nos últimos anos, em função do baixo volume de água, em relação à média histórica e aos índices pluviométricos registrados na bacia hidrográfica.
 

Fonte:  Agência Minas


Compartilhe




Outras Notícias