> Notícias

Jardim Botânico de BH se destaca pela beleza


font_add font_delete printer
Lírio em exposição no Jardim Botânico. Foto: Suziane Fonseca/FPMZB

Lírio em exposição no Jardim Botânico. Foto: Suziane Fonseca/FPMZB

Principal função do espaço é contribuir para conservar a flora, especialmente a de Minas Gerais


08/01/2018

Sete jardins temáticos, 130 espécies de plantas ameaçadas de extinção, 3.500 espécies em exposição, 100 mil m2 de área e 26 anos de história. Os números impressionam muitos cidadãos belo-horizontinos que ainda não conheciam o Jardim Botânico da cidade, localizado na Pampulha.

A principal função do Jardim Botânico de BH é contribuir para conservar a flora, especialmente a de Minas Gerais, por meio da realização de pesquisas e manutenção de coleções de plantas vivas, que são devidamente documentadas e preservadas, trazendo para o público conhecimentos sobre botânica e meio ambiente.

O Jardim Botânico de BH é responsável por produzir mudas destinadas à arborização pública e à recuperação de áreas degradadas. Ele é composto por estufas e jardins temáticos, pergolados, praças, lagos, fonte, galpão de compostagem, minhocário e sementeira.

O espaço também conta com estufas de produção de mudas e uma seção para venda delas ao público. O destaque vai para os sete jardins temáticos: de folhagens, de suculentas, de bromélias, de plantas medicinais e tóxicas, de palmeiras, plantas aquáticas e o jardim de flores e cores.

Além dos jardins, há também três estufas temáticas, nas quais são cultivadas e expostas espécies que representam os biomas mineiros, como o Campo Rupestre, a Caatinga e a Mata Atlântica, além da estufa de evolução, que mostra a história das plantas e suas adaptações conforme o passar dos anos.

A beleza e variedade de plantas no Jardim Botânico são creditadas ao trabalho de uma vasta equipe composta por biólogos, engenheiros agrônomos e florestais e também jardineiros. Cada jardim tem seu jardineiro específico, que entende e conhece a dinâmica daquele espaço com zelo e dedicação.

Histórico

O Jardim Botânico de BH foi criado em 5 de junho de 1991 e funcionou, durante nove anos, no Bairro Betânia, Região Oeste da capital. Em 2001, sua atual estrutura foi inaugurada, dividindo na região da Pampulha o espaço onde também funciona o Jardim Zoológico, numa área total de quase 1,5 milhão de m2.

Em 2008, foi inaugurado no local o Jardim Japonês, espaço contemplativo que busca integrar o ser humano ao mundo natural. As composições arquitetônica, paisagística, artística e religiosa se somam e transmitem a cultura milenar japonesa, que preza pela beleza, harmonia e uma relação próxima com a natureza e com o universo.

O Jardim Botânico funciona de terça a domingo e feriados, das 8h às 17h.

Confira os valores de entrada nos Jardins Zoológico e Botânico

Pedestres

3ª a 6ª – R$ 4,00

Sábado R$ 5,00

Domingo e feriados R$ 8,00

 

Veículos**

Moto

3ª a sábado R$ 5,00

Domingos e feriados R$ 10,00

 

Automóvel

3ª a sábado R$ 10,00

Domingos e feriados R$ 20,00
 

Fonte: PBH


Compartilhe




Outras Notícias