> Notícias

Mais de 4 mil pessoas convocadas em prol dos oceanos


font_add font_delete printer
Além das praias, o fundo do oceano também recebeu limpeza dos voluntários.  Foto:Caio Salles / WWF-Brasil

Além das praias, o fundo do oceano também recebeu limpeza dos voluntários. Foto:Caio Salles / WWF-Brasil

Atividades têm como objetivo conscientizar a população sobre os cuidados com o ambiente marinho


10/11/2017

Neste ano, o projeto Conhecer para Preservar, parceria do WWF-Brasil com o Instituto Mar Adentro superou as expectativas. Mais de 4 mil pessoas foram engajadas para as ações de limpeza de praia, nos cursos sobre o meio ambiente marinho e também na peça de teatro “Um Passeio Mar Adentro”.

As atividades buscam sensibilizar a sociedade e engajar as pessoas na proteção ao meio ambiente marinho, combatendo a poluição das praias e mares e propagando conhecimento sobre o assunto. Para se ter uma ideia, até 2050, o Fórum Econômico Mundial de Davos aponta que haverá mais plástico do que peixe nos oceanos.

“O Brasil é o 16º país que mais despeja plástico nos oceanos e 80% desse problema é gerado em terra. Portanto, é fundamental que as pessoas sejam conscientizadas da importância de descartar corretamente o lixo. Até porque o problema é cíclico. Quando os peixes comem o plástico dos oceanos, ele acaba indo para o organismo das pessoas, quando elas comem os peixes”, alerta Anna Carolina Lobo, coordenadora do Programa Mata Atlântica e Marinho do WWF-Brasil.

 

Ações de limpeza de praia

Para começar a atenuar o problema, em março, as duas instituições promoveram uma primeira ação de limpeza. Foram retirados 350kg de resíduos sólidos das areias de Copacabana, no Rio de Janeiro, com a ajuda de 500 voluntários. Dentre os detritos encontrados, muito plástico, mas também muitas bitucas de cigarro. Também foram coletados 4.600 guimbas, 600 tampas plásticas e 800 canudos.

Depois, mais dois clean ups foram realizados, dessa vez um nas Ilhas Cagarras, em julho, e outro nas praias Vermelha e Copacabana, em setembro. O Rio de Janeiro foi escolhido como foco dos mutirões para dar continuidade às ações do Projeto Ilhas do Rio, realizado pelo Instituto Mar Adentro desde 2011 nos arredores do Monumento Natural das Ilhas Cagarras, unidade de conservação de proteção integral situada a 5km da orla de Ipanema.

 

Cursos e peça de teatro

Além das operações de limpeza, o projeto promoveu oito cursos sobre o meio ambiente marinho, abordando temas como mamíferos marinhos, fotografia subaquática, cavalos-marinhos e educação ambiental para o cotidiano das pessoas. Da mesma forma, a peça teatral ‘Um Passeio Mar Adentro’ ajudou a mobilizar as pessoas, em especial o público infantil.

“Por meio de ações lúdicas como a peça de teatro e as mobilizações sociais estamos conseguindo mudar a mentalidade das pessoas aos poucos e ajudar a melhorar a saúde dos nossos oceanos”, comenta Clerio Aguiar, vice-presidente do Instituto Mar Adentro.
 


Fonte: WWF


Compartilhe




Outras Notícias