> Edições Anteriores > Sangue Verde > As Áreas Protegidas do Minas-Rio (1)

Segunda, 06 de novembro de 2017

No coração do interdente

Revitalização de trilhas de acesso às duas principais cachoeiras do Parque Estadual Serra do Intendente potencializa o ecoturismo na região de Conceição do Mato Dentro (MG)

Fernanda Mann - redacao@revistaecologico.com.br



font_add font_delete printer
As melhorias proporcionaram aos visitantes uma aventura mais segura e cuidadosa pelo parque, principalmente nas caminhadas mais longas e difíceis, como a rota até a cachoeira do Tabuleiro.

As melhorias proporcionaram aos visitantes uma aventura mais segura e cuidadosa pelo parque, principalmente nas caminhadas mais longas e difíceis, como a rota até a cachoeira do Tabuleiro.

A belíssima cachoeira do Tabuleiro, queda d’água mais alta de Minas Gerais e terceira em altura do Brasil, com 273 metros, já se prepara para ficar ainda mais acessível ao público. Por meio da implantação e revitalização de trilhas ecológicas, a Anglo American, responsável pelo Projeto Minas-Rio, vem contribuindo para fortalecer a vocação ecoturística  local, principalmente de Conceição do Mato Dentro, aliando conscientização e preservação ambiental.

Não é a primeira vez que a região recebe investimentos para melhorar a infraestrutura das áreas preservadas. Antes do Tabuleiro, as trilhas da cachoeira Rabo de Cavalo também foram revitalizadas pela empresa para trazer mais segurança aos visitantes. Foi o que a Revista Ecológico conferiu ao percorrer os caminhos que levam a essas duas maravilhas naturais do Parque Estadual Serra do Intendente.

Convidamos você, caro leitor, a fazer esta caminhada conosco:As duas quedas d’água se projetamcontra o escuro paredão de pedras. E são tão altas que nos fazem deitar no chão, relaxar o corpo e desfrutar com calma do contraste exuberante das águas cristalinas, que se misturam às múltiplas cores da vegetação e da fauna local. As cachoeiras são bastante conhecidas e procuradas pelos amantes da natureza.

A solução para os trechos sinuosos e desafiadores para caminhantes despreparados foi apresentada pela Anglo American como parte de medidas de compensação ambiental. Um exemplo é a implantação de estruturas integradas à mata.

No caminho para a cachoeira Rabo de Cavalo, as novas escadas e corrimãos de madeira possibilitam um caminhar descansado e despretencioso, enquanto os mirantes instalados convidam a momentos de contemplação e relaxamento. Erosões e grandes desníveis no solo receberam pequenas pontes e caminhos de pedra foram estruturados nos cursos d’água para garantir uma chegada tranquila à  cachoeira. Josimar Gomes, analista ambiental  da empresa, nos acompanhou no passeio pela trilha recentemente inaugurada. Ele conta que sua mãe, de 70 anos, percorreu todo o caminho após as reformas, assim como seu filho de um ano e quatro meses, que agora pode acompanhar toda a família no passeio. “Aumentar a segurança de quem quer fazer essas rotas contribui para que as pessoas venham visitar a região com mais frequência, aumentando assim a conscientização ambiental”, afirma.

As melhorias proporcionaram aos visitantes uma aventura mais segura e cuidadosa pelo parque, principalmente nas caminhadas mais longas e difíceis, como a rota até a cachoeira do Tabuleiro.

Nessas trilhas, cujas obras de revitalização seguem a todo vapor e a conclusão está prevista para novembro deste ano, temos como companhia uma vegetação predominante de campos rupestres, capões de Mata Atlântica e espécies do Cerrado. Imperdível!  


 

IMPORTÂNCIA NATURAL

O Parque Estadual da Serra do Intendente, juntamente com o Parque Nacional da Serra do Cipó e a Área de Proteção Ambiental (APA) do Morro da Pedreira, formam um corredor contínuo de Unidades de Conservação na Serra do Espinhaço. E isso reforça a importância do trabalho desenvolvido pelas iniciativas pública e privada na sua preservação, uma vez que esta é reconhecida pela Organização das Nações Unidas (ONU), desde 2005, como “Reserva Mundial da Biosfera”. 

A Serra é formada por um complexo geossistema rupestre, com formações típicas e paisagens de altitude que, em determinadas épocas do ano, desabrocham em espetaculares campos floridos. Constitui, ainda, uma região que favorece o endemismo  por oferecer diversidade de climas e microambientes, além de agregar características de dois hotspots de biodiversidade: Mata Atlântica e Cerrado. Não raro são descobertas novas espécies de ocorrência restrita, em função desse conjunto de características ambientais.

BIODIVERSIDADE RARA

No Intendente, a raridade de algumas espécies requer atenção especial, por conta de sua importânci biológica e risco de extinção. Das 166 espécies de anfíbios e répteis com ocorrência potencial registradas para a área de estudo, pelo menos 18 espécies de anfíbios e quatro de répteis são endêmicas da porção sul do Espinhaço mineiro, incluindo três lagartos e uma serpente.

A maior proporção de espécies ameaçadas registradas é de ordem carnívora. Por serem predadoras,apresentam baixas densidades populacionais e grande necessidade de espaço, fazendo com que sejam mais suscetíveis à fragmentação e à destruição de seus hábitats. Além de serem frequentemente vítimas de fazendeiros e proprietários de terra.

Para a categoria “Vulnerável” foram identificadas no parque nove espécies em âmbito estadual, 11 em âmbito nacional e quatro, mundial. Destacam-se também cinco classificadas como “Perigo de Extinção” para o estado e uma em âmbito nacional e global; e duas espécies consideradas de “Maior Risco” pela Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da União Internacional para a Conservação da

Natureza (IUCN).

SERVIÇOS AMBIENTAIS

O parque também presta uma infinidade de serviços ambientais à sociedade. Tem um papel de extrema importância na conservação das nascentes da bacia do Rio Doce, que abastece milhões de usuários e é fundamental para a conservação das nascentes do Rio São Francisco. As águas do parque e sua área de drenagem estão localizadas na vertente leste do Espinhaço, a qual abrange a bacia do alto do Santo Antônio, segundo maior rio da bacia do Doce.

Praticamente toda ela está inserida no bioma Mata Atlântica, cuja formação florestal encontra-se reduzida para menos de 8% de sua área original. Atualmente, os maiores remanescentes florestais existentes na bacia se encontram nas cabeceiras, principalmente em áreas elevadas da Serra do Espinhaço, como pode ser observado na cabeceira do Rio Santo Antônio.

TESOURO PRESERVADO

Para a preservação do Intendente, a Anglo American também vem investindo na aquisição,  regularização e mobilização de terras. Ao todo, a empresa já adquiriu dois mil hectares para futura doação ao órgão gestor do local, o Instituto Estadual de Florestas (IEF). Já regularizou e destinou ainda mais de 100 hectares para a Unidade de Conservação do Monumento Natural da Serra da Ferrugem.

O parque está inserido nos distritos de Tabuleiro e Itacolomi, no município de Conceição do Mato Dentro, e tem 13,5 mil hectares. Também guarda outras maravilhas, como as cachoeiras do Zé Cornicha, da Roda, da Fumaça, do Roncador I e II e a do Peixe Tolo, localizada no cânion de mesmo nome. Além delas, há outras centenas de pequenas quedas que movimentam os córregos existentes.

Corredeiras e piscinas naturais, comuns graças ao relevo acidentado, compõem um cenário de beleza ímpar com suas águas cor de caramelo. No momento, o acesso à cachoeira do Tabuleiro está fechado em razão das outras melhorias que continuam sendo feitas pela Anglo American. Mas isso não impede você, caro leitor, sua família e seus amigos de já irem se organizando e preparando as malas, pois o tempo voa e a Serra espera sua visita. Já as trilhas que levam à cachoeira Rabo de Cavalo estão abertas. Aproveite!

Nada melhor do que poder usufruir, com respeito e cuidado, desse tesouro que está preservado bem perto de nós.

Saiba mais

O Parque Estadual Serra do Intendente é aberto ao público diariamente das 8h às 17h, sendo a entrada somente autorizada em condições climáticas favoráveis. A taxa de visitação é de R$ 10 por pessoa e o limite diário de visitantes ao parque é de 200 turistas. Esportes de aventura, como o rapel, a escalada, o slackline, o base jump, entre outros, são permitidos mediante autorização prévia e checagem da capacidade técnica do praticante. Não é permitida a entrada de animais domésticos no parque. Para mais informações, ligue (31) 3868-2878.

Compartilhe

Comentários

Nenhum comentario cadastrado

Escreva um novo comentário