Domingo, 09 de julho de 2017

Sou Ecológico

Confira os fatos marcantes no âmbito político e corporativo que foram destaques na última edição da Revista Ecológico

Hiram Firmino - redacao@souecologico.com



font_add font_delete printer
Série de fotografias mostram como já melhorou a qualidade da água da Lagoa da Pampulha. Foto: Weber Coutinho

Série de fotografias mostram como já melhorou a qualidade da água da Lagoa da Pampulha. Foto: Weber Coutinho

A Pampulha é azul

Durante recente seminário sobre Engenharia Sustentável realizado na sede do CREA-MG, na capital mineira, um ambientalista notório se despontou risonho e esperançoso em meio a tantos amantes da natureza ali reunidos. Trata-se do engenheiro Weber Coutinho (foto), ex-gerente de Planejamento e Monitoramento Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de BH, estudioso e lutador implacável pela recuperação da Pampulha.

Ex-coordenador do Selo "BH Sustentável" e espécie de leão de chácara ecológico de Marcio Lacerda, ele tinha, em mãos, motivos visíveis para estar feliz: uma série de fotografias impressionantes que tirou, mostrando como já melhorou a qualidade de água da Lagoa: "Isso não é truque, gente. É verdade! É fruto real do trabalho de despoluição enfrentado há anos pelas prefeituras de BH e Contagem, mais a Copasa. É só a gente fazer a nossa parte que a natureza faz o resto".

 

Visita emblemática

No último Dia Mundial do Meio Ambiente, o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, priorizou sua agenda oficial para conhecer de perto um dos viveiros de mudas do “Projeto Plantando o Futuro”, coordenado pela Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig). Em meio ao verde viçoso das mudas, Pimentel não somente agradeceu o empenho dos viveiristas e demais técnicos da Codemig envolvidos como destacou os avanços reais do projeto. Somente em Itabira, já foi concluído o desenvolvimento de 800 mil mudas de árvores nativas do Cerrado e da Mata Atlântica. Elas irão reflorestar 61 municípios da Serra do Espinhaço, região já declarada pela Unesco como “Reserva Mundial da Biosfera”, beneficiando  mais de um milhão de pessoas. “Essas mudas são o nosso futuro”, apontou o governador.

 

 

MRV: Exemplo nacional

A informação é de José Luiz Esteves, gestor executivo de Segurança, Saúde e Meio Ambiente da MRV Engenharia. A empresa fechou o primeiro semestre de 2017 com mais de 97 mil novas árvores plantadas nas cidades onde atua. Esse número representa 85% da meta de plantio prevista pela construtora para todo o ano, que é de 115 mil mudas. A região Sul de BH recebeu 22 mil mudas, seguida pelo Rio de Janeiro, com 18 mil. E Ribeirão Preto (SP), com mais de 17 mil. Tais iniciativas, segundo ele, dão sequência ao compromisso público, cidadão e empresarial de Rubens Menin em contribuir com o meio ambiente. E, consequentemente, com a qualidade de vida das mais de 140 cidades brasileiras onde a sua construtora está presente.

 

Acesse o blog do Hiram: hiramfirmino.blogspot.com

 

Compartilhe

Comentários

Nenhum comentario cadastrado

Escreva um novo comentário
Outras matérias desta edição