> Edições Anteriores > O impeachment natural > ENCARTE ESPECIAL FIEMG

Segunda, 05 de junho de 2017

A convocação é hídrica

Fiemg realiza Seminário Ciência e Tecnologia, Água e Produção e lança o Pacto de Minas pelas Águas

redacao@revistaecologico.com.br



font_add font_delete printer
Olavo Machado e o governador Fernando Pimentel durante solenidade de assinatura do Pacto de Minas pelas Águas. Foto: Sebastião Jacinto Jr.

Olavo Machado e o governador Fernando Pimentel durante solenidade de assinatura do Pacto de Minas pelas Águas. Foto: Sebastião Jacinto Jr.

Inspirada no vanguardismo ambiental do Estado e empenhada em contribuir de forma efetiva para o sucesso do maior evento global sobre recursos hídricos – o Fórum Mundial da Água 2018 –, a Fiemg segue fazendo a sua parte. Prova disso foi a realização do “Seminário Ciência e Tecnologia, Água e Produção”, realizado entre os dias 30 de março e 1° de abril passados, em Belo Horizonte.

Durante o evento, o presidente da Fiemg, Olavo Machado Junior, alertou: “A escassez hídrica é uma enorme ameaça ao desenvolvimento sustentável não apenas entre as nossas montanhas, mas a todo o planeta e sua humanidade”. Outro exemplo da proatividade e do compromisso da Fiemg em prol da segurança hídrica local foi o lançamento do “Pacto de Minas pelas Águas”, entregue desde março de 2015 ao governador Fernando Pimentel.

O documento contempla 15 medidas, entre elas a busca de soluções tecnológicas visando à melhoria dos processos produtivos, apoio à cadeia de fornecedores para alcance da performance hídrica mais adequada, além de um trabalho com as comunidades do entorno das empresas para maior conscientização sobre o uso racional da água.

Na ocasião, em discurso enfático e emocionado, Olavo Machado lembrou que há mais de dez anos a indústria mineira vem se preparando para a escassez de água e convocou o governador Pimentel a ser um “estadista hídrico”: “O momento é de encontrar soluções e não de buscar culpados. É hora de estadistas se apresentarem. Lidere-os, caro governador!” – disse ele perante o auditório lotado da Fiemg.

Boas práticas

Internamente, a Fiemg também adota medidas com foco na sustentabilidade em seus mais diferentes aspectos. O prédio-sede da entidade tem o “Selo BH Sustentável” na categoria “Ouro”, certificação ambiental concedida pela Prefeitura a empreendimentos ecoeficientes. Esse programa de certificação tem como meta promover a redução do consumo de água e de energia elétrica, incentivar a reciclagem de resíduos sólidos e reduzir as emissões de gases de efeito estufa.

Os bons exemplos também vêm de outras entidades do Sistema Fiemg. No Senai de Ponte Nova, na Zona da Mata, foi construída uma canalização para coletar e armazenar toda a água produzida pelos aparelhos de ar-condicionado.

Na unidade integrada Sesi/Senai de Ipatinga, no Vale do Aço, foram instalados redutores de pressão/vazão da água que ajudam a diminuir o consumo a cada descarga nos vasos sanitários. E mais: as torneiras de todos os banheiros foram substituídas por modelos com fechamento automático, evitando assim o desperdício de água e aumentando o conforto dos usuários.

 

Confira, a seguir, algumas participações, após a primeira rodada de oito semanas de discussão global:

 

Dos jardins à descarga

“A organização da sociedade civil é um dos caminhos para garantir um futuro melhor para os jovens de hoje e de amanhã. No Brasil, muitas pessoas nas cidades já estão cientes de como é essencial a reciclagem e a reutilização da água. Muitas famílias reciclam suas águas residuais para regar jardins e/ou abastecer a descarga sanitária. No entanto, essas pequenas iniciativas não são suficientes. Precisamos de mais empenho dos governos e campanhas educacionais sobre o custo da água
para a sociedade como um todo.”

Daniela Cestarollo, geógrafa e moderadora da sala Desenvolvimento

 

Alunos sensibilizados

“A participação de vocês (estudantes) é de grande importância para as mudanças e controle social que precisamos ter e fazer, frente aos problemas que estamos atravessando no Distrito Federal. Meus alunos do Centro de Ensino Médio Taguatinga Norte estão participando das discussões virtuais e estaremos no Fórum Mundial.”

Davi Silva Fagundes, coordenador no Brasil do Fórum Internacional da Juventude sobre a Água e Mudanças do Clima/Bacia Hidrográfica do Rio Descoberto, Brasília (DF)

 

Recado da Índia

“O grande desafio no contexto global, e particularmente no setor de irrigação do Sul da Índia, é a distribuição equitativa da água de irrigação. Elaboramos um modelo de alocação de água e os usuários e partes interessadas foram treinados. Sinto que eles estão mais confiantes sobre sua participação no processo de tomada de decisão e querem saber mais sobre ferramentas de sustentabilidade.”

Shashidhar Shirahatti, professor da Universidade de Ciências Agrícolas de Dharwad/Índia

 

Riqueza vital

“A água é uma das maiores riquezas que temos. Sem ela, é impossível a existência de vida em nosso planeta. Devemos economizá-la e incentivar toda a população a usá-la sempre com moderação.”

Ludmila Santos Magela, estudante, Taguatinga Norte/Brasília (DF)

 

Recurso finito

“É necessário controlar o uso dos recursos hídricos superficiais e subterrâneos com mais rigidez. Durante um longo período, parte da população brasileira foi educada com a visão de potencial infinito desse recurso. É preciso reeducar.”

Alex da Silva Lima, coordenador de projetos e integrante do Fórum Baiano de Comitês de Bacias Hidrográficas/Prefeitura de Castro Alves (BA)

 

Voz da África

“O tema infraestrutura para a gestão sustentável dos recursos hídricos/serviços é de grande interesse para nós aqui em Uganda, África. As alterações climáticas e a seca têm imposto cada vez mais desafios aos pequenos agricultores. Poderíamos aprender muito com a experiência sul-americana em infraestrutura de irrigação, esquemas de água e estruturas para apoiarem o crescimento e a produtividade na agricultura.”

Nicholas Agaba Rugaba, gerente de projeto da Electricity Generation Company Limited/Uganda

 

Saiba mais
www.worldwaterforum8.org/pt-br
twitter.com/WaterForum8

 

Compartilhe

Comentários

Nenhum comentario cadastrado

Escreva um novo comentário
Outras matérias desta edição