Segunda, 05 de junho de 2017

Arvorear

Em sua recente exposição, o artista plástico mineiro Braulio Bittencourt escolheu as árvores como inspiração



font_add font_delete printer
O tema árvore é uma constante nos trabalhos de Bittencourt. Imagem: Braulio Bittencourt

O tema árvore é uma constante nos trabalhos de Bittencourt. Imagem: Braulio Bittencourt

E a arte, mais uma vez, cumpre seu papel ecológico de reconectar o ser humano à natureza. Essa foi a sensação que “brotou” nos olhos e na alma de quem esteve recentemente no Espaço Cultural Otto Cirne, na Associação Médica de Minas Gerais, para conferir a exposição “Arvorear”, do artista plástico belo-horizontino Braulio Bittencourt.

O tema árvore, inclusive, é uma constante nos trabalhos de Bittencourt. “Em 2011, fiz uma exposição na Vallourec chamada 'Árvores e Raízes'. Ao montá-la, percebi que desde 2005 eu já vinha pintando árvores de diversas formas. Resolvi então reunir as obras que tratavam disso. Eu usava as árvores como metáforas para uma necessidade de pertencimento e de elevação, conexão espiritual”, afirma.

Na exposição deste ano, no entanto, o artista disse que não pintou árvores, mas a “vontade de ser árvore. Quando você olha para os quadros, vê que elas querem a leveza do ar. Dei muita ênfase na transcedência”. E completa: “No meu processo de criação, faço uma espécie de meditação para me esvaziar e começo a pintar quase que inconscientemente. São árvores que vêm de uma paisagem interior, que guardam o encantamento com o primordial, porque a árvore remete à essência do planeta. É o símbolo da vida. Essas obras foram brotando de um lugar sagrado que está dentro de mim, de cada um de nós”. Confira:

 

 

 

 

 

Quem é ele

Braulio Bittencourt é artista plástico autodidata com formação em Ciências Econômicas pela UFMG e mestrado pela Universidade de Wakayama, Japão. Fez curso de aperfeiçoamento na Accademia d'Arte em Florença, Itália, e tem formação em Biodanza pela International Biocentric Foundation. Já fez exposições individuais no Museu Casa dos Contos e na Galeria Fiemg, ambos em Ouro Preto, no Centro Cultural do Minas Tênis Clube, na ALMG, em BH, além de outras. Também participou de exposições coletivas em Brasília (DF), Nova York (EUA), Miami (EUA) e Roma (Itália).

 

Saiba mais:
www.flickr.com/photos/brauliobittencourt
bvbitt@yahoo.com.br
(31) 98801-0149

Compartilhe

Comentários

Nenhum comentario cadastrado

Escreva um novo comentário
Outras matérias desta edição